segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Nada como uma boa perseguição


Toda crise, adversidade, tribulação e perseguição fazem muito bem a igreja. Essas coisas a despertam, fortalecem, purificam e a tornam dependente de Deus de fato.
Desde o Velho Testamento a história vem se repetindo. Toda vez que o povo de Deus era agraciado com paz com seus inimigos, prosperidade material e abundância, seu nível espiritual caía; dava lugar a idolatria e esquecia-se do seu Deus. Deus era obrigado a discipliná-los, levantando-lhes um inimigo ou tolhendo-lhes a colheita, para que se voltassem novamente para Ele e não se afundassem em seu pecado e se destruíssem. A prosperidade espiritual era infinitamente maior do que qualquer bênção material que eles pudessem ter.
O homem não sabe lidar com as bênçãos que Deus lhe dá. As facilidades e abundância de bens afetam sua natureza orgulhosa e tendem a levá-lo a substituir a dependência de Deus pela sensação de poder que as riquezas lhe dão. Elas lhe dão a ilusão de serem a provisão necessária para se auto-governar, assim como a provisão do conhecimento foi com Adão e a herança para o filho pródigo.
Com a igreja o princípio tem sido o mesmo. Quando os cristãos eram jogados aos leões na arena, em Roma, os crentes se multiplicavam como ratos pelos becos e guetos, confirmando o princípio enunciado por seu fundador: "Se o grão de trigo, caindo em terra, não morrer, fica só, mas se morrer produz muito fruto". Ela crescia não só numericamente mas em qualidade espiritual, em abnegação e renúncia, preferindo morrer a ser "politicamente correta". As conversões eram genuínas pois elas significavam, no mínimo, angariar a antipatia social. A igreja foi criada para ser diferente, informal, clandestina, revolucionária, nunca plenamente aceita por este mundo. Novamente a queda da igreja se estabeleceu quando as facilidades chegaram. O imperador Constantino tirou a igreja e o cristianismo da clandestinidade e obrigou a todos a aceitarem. Agora tínhamos verbas oficiais, poder político e liberdade. Foi a pior fase da história da igreja, conhecida como "a idade das trevas".
Depois dos altos e baixos da história, vemos hoje uma igreja irreconhecível quando analisada sob o propósito que o seu fundador a criou. A liberdade, sua pregação antropocêntrica, seu apêgo à prosperidade material e ao poder político e seu mundanismo levou-a a tal corrupção que ela não é mais relevante no mundo, pelo contrário, é escandalosamente hipócrita. Por isso o seu dono terá que peneirá-la, limpá-la e purificá-la com a crise culminando na perseguição.
A crise financeira abalará o mercado evangélico levando os "adoradores" a adorar de fato e ao vivo, pois a lucratividade da venda de CDs não será mais interessante. As "pseudo-conversões" de "artistas" para "brilhar" no nosso meio ficará mais rara e serão genuínas.
A perseguição começará de forma velada e tornar-se-á legitimada pela força da lei, impedindo a manifestação e pregação contra o pecado e suas formas sob a alegação de preconceito. Isto nos levará a parar de apenas pregar e nos fará voltar a viver o cristianismo.
As reuniões públicas em templos, pela fiscalização dos opositores da "gaystapo", deixará de ser conveniente nos levando a voltar a congregar nas casas, fortalecendo a comunhão e o partir do pão. Também sobrará mais dinheiro para assistência e missões pelo que deixará de ser gasto com a parafernália eletrônica do "louvor" e com a suntuosidade dos templos.
Quem pensa que a perseguição é um delírio de minha parte está vendo só o aqui e agora. Eu seria ingênuo se esperasse a aceitação da maioria. Além do mais não é necessário nenhuma revelação profética especial pois a Escritura mostra isso. Se você achar que Deus nos obriga a estar com Ele pelo domínio dos bens, eu digo que ainda é o último recurso que Ele tem e a única linguagem que a nossa natureza entende. Sem Ele nós nos destruiríamos. É isto que está acontecendo e irá acontecer fatalmente com a humanidade, pois ela é incompetente para se auto-governar. "We can" se Ele estiver mandando. Sem Ele é presunção e derrota.
Ser cristão será perigoso, mas um sentimento de clandestinidade, fé, cumplicidade e amor nos aproximarão. A insegurança e a brevidade desta vida trarão temor e dependência dEle aos nossos corações e nos levará a estar sempre atentos, aguardando com desusada expectativa a Sua vinda.
No livro de Atos há uma passagem que bem poderia ser descrita assim:
Alguns irmãos reunidos exultavam de alegria quando um irmão ainda desinformado chegou perguntando: - Que houve, irmãos, por que tanta festa? Conta a bênção!
- No...maior bênção irmão, tu nem imagina, maior honra! Glória a Deus!
- Conta, logo, tá me deixando curioso!
- Aleluia!!! Esta noite nós fomos presos e chicoteados por causa do nome do Senhor Jesus. Aleluuuuia!!! (coisa de louco, não?) At 5:40,41.

11 comentários:

Thiago Mendanha disse...

Pr. Julio...

Só quem é cego e surdo para não entender tais palavras! Não diria que é uma profecia... é mais palpável que isso, é um prognóstico atento e real!

Priscila Coelho disse...

Anseio por esse dia !!

prjulio disse...

Eu também, Priscila, eu também...

Alexandre Pirola disse...

Maranata !!!

PAZATODOS !!!

Eliel disse...

Um pai da Igreja chamado Irineu de Leão (ou teria sido Justino, o Mártir, enfim, tô em dúvida entre os 2) disse que: "O Cristinismo é mais forte quando é odiado pelo mundo.

Muito bom seu texto e serve para refletirmos sobre algumas posturas nossas como Igreja.

Parabéns!

Eliel

Marciana disse...

Quem tem ouvidos ouça....
o q O Espiríto diz á igreja...
pr júlio .....obrigada pelo scrap q me mandou no orkut...pois assim pude ser agraciada com tamanha verdade...q Deus continue o usando como um vaso nas mãos do oleiro..graça e paz.

Alexandre Pirola disse...

I get sick with this things...
Vejo alguns lideres recebendo honrarias humanas, honrarias de políticos enteresseiros, de "ovelhas" puxa-s... enfim..m coisas assim...
Das duas uma... ou Jesus falou uma besteira enorme, ou tem um pessoal ACHANDO que está seguindo Cristo.
E como tem aquele programa C.Q.C., esse é o evangelho D.Q.D.

PAZATODOS !!!

Diguin disse...

Mateus cap.5-10 Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
12 Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.
E é isso ai...

Graça Rodrigues disse...

Pr.Júlio,

Nao te conheço mas quero dizer que estou mutio feliz por encontrar um irmào que compartilha dos mesmos sentimentos e pensamentos que tenho sobre a atual situação da igreja nesse século.

As vezes a gente chora achando que está só, e como Elias, gritamos,choramos e nos escondemos em nossas cavernas,julgando que não há mais nniguem que está preocupado com o caos que vem se tornnando a vida de tantos irmãos, de tantas denominaçoes,da igreja do Senhor.E essa maldita Teologia da Prosperidade!!!!!! da Saúde!!!! Não se busca mais o Senhor...
Que venha a crise,a perseguiçao e o que Senhor levante sua igreja com grande poder e gloria,para desmascará, esses falsos mestres,esses mercenários e lobos que vem envergonhando o nome dos cristãos e a gloria do Evangelho

Sei que vc congrega em Peniel, eu também fui de lá muitos anos.Amo a igreja e Ministério Peniel. . Amo a ESMI, fui aluna, secretaria e professora nessa Casa de Profetas.Tive o privilégio de trabalhar com Pr.Rene Feitosa,meu mestre nessa terra, a quem devo respeito e honra por ter me feito ser quem sou hoje como serva do DEUS Altissimo. A Jesus Cristo toda Glöria por este homem de Deus.

A Paz do Senhor.
Vou acompanhar sempre seu blog.

Um Abraço Pr.

marcia disse...

O fim está próximo, e Deus tem nos chamado a atenção para isso,mas muitos ainda preferem não acreditar que isso irá acontecer!
JESUS.toda língua confessará!
Fp.02.11

prjulio disse...

Graça,
Que bom saber que você já lutou neste ministério.
Peniel continua firme aos seus ideais. Ainda vivemos de fé.
Um abraço.
Paz seja contigo.