sábado, 18 de outubro de 2008

Obama

Ao entrar na rede, hoje, vi uma reportagem em que Ricardo Gondim vestia uma camiseta com a imagem do candidato à presidência dos EUA, Barack Obama. No texto, Gondim apresentava suas razões até de forma muito equilibrada.
Não discuto a sua preferência. Respeito a posição do Gondim. Admiro-o e o considero um homem de Deus e muito centrado. Não conheço suficientemente o assunto e nem os candidatos para ter argumentos para questionar a sua posição.
Mas conhecendo um pouco da natureza humana e o que a Palavra de Deus diz sobre ela, acho um pouco precipitado apostar tanto assim.
Não tenho nada contra Obama e nem torço pelo McCain. 
Obama tem carisma, idéias, personalidade impactante e aparente segurança.
Mas é isso mesmo que me deixa desconfiado.
O mundo ainda não perdeu a esperança de encontar um homem bom ou algo bom no homem. E é desta mentalidade que vai se valer o anti-cristo para ser aclamado o grande salvador (não que o Obama seja ele, de maneira nenhuma, mas é a questão da mentalidade propícia para o receber).
O triunfalismo da Igreja, alardeada pelas lideranças cristãs, na qual, dizem, Obama é uma peça chave, não é muito bíblica.
As Escrituras dão a entender que a Igreja é vitoriosa, nas não do jeito que ela imagina. Para que toda honra e toda glória seja de Deus somente, Jesus terá que salvá-la duas vezes. A primeira, espiritualmente, ele já fez. A segunda, fisicamente, ele fará arrebatando-a do caos que se aproxima.
Também não acho que devamos ser fatalistas e entregar os pontos, pelo contrário, devemos, até o último instante, representar e lutar pelos princípios de amor e justiça do Reino ao qual pertencemos.
Mas que eu espero uma vitória bem maior do que salvar este mundo (planeta), isto espero.
Quando ouço o povo apostando todas as suas fichas e esperanças em um homem, principalmente através dos meios políticos, fico com uma sensação de "deja vu", ou melhor, "de já vi esse filme".
Oxalá esteja eu enganado!
Achei interessante uma frase que o Volney Faustini me enviou esta semana: "Falar é barato e o silêncio é fatal". Acho que estou começando a aprender...
Se eu manifestar uma opinião equivocada, mas ela provocar o surgimento da verdade, louvado seja Deus. A glória é só dEle mesmo.
Por isso, ego, morra! Não há lugar para você neste Reino.

Pr Julio Soder

Reportagem no Pavablog
Ilustração: Tony Montano

4 comentários:

Juber Donizete Gonçalves disse...

Pr. Julio,

Concordo com sua opinião referente o texto do Gondim. Gostei do conteúdo do seu blog. Está de parabéns.

Graça e Paz.

Volney Faustini disse...

É por aí caríssimo irmão ... vamos conversando, conversando ...

Torço por Obama, não sendo eleitor estadunidense. Mas creio e também torço que a política saia das mãos dos religiosos-fundamentalistas-de-direita (e dito cristãos).

Tá certo que já valeria o efeito do bode (tire ele da sala: o Bush), mas creio que - até que Jesus volte (maranata Senhor, maranata) vamos orar para que o mundo propicie aos habitantes vida mais tranqüila e que possamos colocar definitivamente a revolução na rua!

George Huxcley disse...

Pr, Julio
Obama tem discurso encantador, suas ideias estão dando aos Jovens estatutinenses, um novo prisma, além da questão da racial, a anos os ianques sonham com um presidente negro, visto em 24hrs, e independence Day, e varios outros Filmes e séries que apresenta o presidente negro. a sociedade pede isso.

Os Votos dos Fundamentalistas ele já terá mesmo, isso da a ele um discurso Religioso, que conquista os mais racionais.

Assim como Godim acredito que os Eua, poderá ter seu melhor presidente, caso contrário será o pior. mas isso só D'us sabe.
Abração Pr, Julio

Shalom

prjulio disse...

Como eu disse: Espero estar enganado,