quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Mensagem ao Pr Marco Feliciano

Pr Marco Feliciano,
Trato-o como pastor pois sei o que significa a imposição de mãos do presbitério. Pastor não é título, não é função, mas é um dom de Deus à igreja, concedido na pessoa do pastor, no qual ele nunca mais deixará de sê-lo, pois é irrevogável.
Por isso mesmo, erros desculpáveis às ovelhas não são admitidos na pessoa do pastor; a "quem muito é dado, muito lhe é exigido".
Se o amado pastor pensa estar imune às críticas e não ter satisfações a dar à igreja, que somos todos nós em que habita o Espírito, e pensa esconder-se atrás da sua autoridade pastoral e do "não toqueis nos meus ungidos", venho dirigir-me ao pastor como pastor que sou, de "ungido para ungido" (falo como fora de mim).
No momento em que a Igreja do Senhor vive uma situação paupérrima neste mundo, cedendo e desejando os seus valores, sendo manipulada comercialmente pelos seus líderes de forma escancarada e aberta, fazendo com que o mundo zombe de nós, o pastor aparece em vídeo confirmando tudo que falam, sem se preocupar em fugir da aparência do mal. Digo "mal" porque a prosperidade pregada em nosso meio é contrária aos princípios do Novo Testamento. A Bíblia deixa claro que prosperidade material é sinal de bênção para Israel. Para a igreja a bênção é espiritual e a palavra chave é "despojai-vos" e "vendei os vossos bens e dai esmola (quem prega isso?). Não misturemos as dispensações.
Esperava-se mais discernimento de um pastor conhecido como alguém com muita intimidade com o Espírito Santo.
O amado pastor é uma personalidade influente (praticamente uma celebridade) e formador de opiniões e com possibilidade de encaminhar ou desviar a muitos dos verdadeiros princípios da palavra de Deus, e se alguém "ensinar aos homens de forma desviada será considerado mínimo no Reino dos Céus" (Mt 5:19).
Essas atitudes têm levado muitos a colocar todos os pastores no mesmo saco, dificultando em muito o trabalho de evangelização.
Peço, como irmão e pastor, volte atrás desta mentalidade, rejeite as trinta moedas, ensine corretamente, pois o povo de Deus está prestes a ver, de novo, o Senhor entrar no templo e chutar a mesa dos cambistas.
Com temor, angústia e esperança no mundo porvir,

Pr Julio Cesar Soder
RG 587.056-RO




11 comentários:

Thiago Mendanha disse...

Pastor Júlio...

... oxalá, esse texto causasse inquietação não apenas no pastor metrossexual - rs - , mas em toda essa geração de líderes que pervertem o Evangelho... fazendo com que os pequeninos distanciem-se da Graça...

Se eu pudesse entregaria tuas palavras pessoalmente ao pr. metrossexual.

Que o Espírito possa tocar os "ungidos" do Senhor!

bichoderondonia.com disse...

Muito bem dito, pr Julio! As pessoas vêem de fora e nivelam todos os crentes por baixo. Triste.

minhalingua disse...

Pr. Julio, parabéns pela lucidez das palavras. Se Rondônia não estivesse um pouquinho longe de Goiânia, iria aí lhe dar um abraço e ouvir algumas horas de suas palavras. Faltam, sim, faltam mesmo, pastores que não sejam tão corporativos quanto os que temos visto. Cansei de pastores que citam a IURD como exemplo a ser seguido, que, proibindo as críticas aos outros pastores, acham que se livrarão eles mesmos de serem criticados. Cansei das igrejas de resultados [financeiros em sua maioria] e sem respaldo.

Pr Julio Soder disse...

Caro minhalingua (Tom),
Fui missionário em Rondônia nos últimos quinze anos, mas desde janeiro estou morando em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte.
A hora que quiser vir a casa é sua.
Obs: Ser um pastor profeta tem alto preço. Um abraço.

Alexandre Pirola disse...

É isso !

Ósculos santos pra ti, não só por mandado da palavra mas pelo que escreveste.

Pq importa que a Palavre seja pregada com VERDADE.

Caso queiras visitar:
acpirola.blogspot.com

Alexandre Cruz Pirola.
PAZATODOS !!!

Januleica disse...

E o mundo será salvo pela loucura da pregação!! Pr. Júlio que Deus continue te usando...Que sejamos uma geração que ofereça o melhor a Deus e não aos homens!!

Sidnei Moura disse...

Prezado Pastor,

Visitando o blog do Pava, vi a publicação deste mesmo texto por lá, e direcionei-me pra cá a fim de conhecer melhor seu blog. Parabéns pelo excelente espaço, e principalmente por fazer uso da verdade em relação ao referido "pastor". Infelizmente muitos são os que hoje fazem mercantilismo da palavra de Deus, mas o Senhor tem levantado pessoas como o senhor para denunciarem o falso evangelho disseminado por esses pregadores fraudulentos. Continue nessa força!

Forte abraço!

Sidnei Moura
www.sidneiemoura.blogspot.com

prjulio disse...

Amado Sidnei,
Obrigado pela sua participação. É necessário que mais pessoas disseminem a idéia de rejeitar os mercadores do templo, que contamina o povo de Deus com a ganância.
Pode ter certeza que falar a verdade contra esta estrutura comercial tem um preço.
Além de o povo não entender e ter a cabeça feita por líderes interesseiros, existe a idolatria do povo que, por admirar o pregador, o defende sem analisar o conteúdo da sua pregação.
A luta é grande...

Emerson Bahia disse...

Show de bola!

Mas será que ele, Marcos Heresiano, já leu a carta?

Imagino que sim...rs

Forte abraço, Pastor!

Blog: http://emerson.bahia.zip.net

prjulio disse...

Emerson,
Com certeza já leram pra ele.
Até agora ele podia desprezar as críticas pois se considerava acima delas por ser pastor.
Agora os protestos estão vindo do mesmo nível ministerial.

Ivan disse...

Infelismente o caso do citado ai é bravo mesmo. Veja o que ele diz em um video no youtube (procure por: Pr Marco Feliciano - Prosperidade). É um absurdo o que ele diz nesse video. Tem um outro que é uma montagem com pregações dele a anos atraz e flashs dele mesmo se contradizendo pra justificar a vivencia da tal "nova doutrina" Veja esse tb (pesquise por : Pastor Marco Feliciano, o Doutor em Divindades). Agora e orar por ele tb!