terça-feira, 23 de junho de 2009

Revendo a masculinidade

masculo0

O que nos falta é uma imagem bíblica de masculinidade redimida que atrai, inspira e fortalece uma masculinidade frutífera. O lugar para começar é Jesus, mas mesmo aqui precisamos remover algumas confusões. Muitos aspectos da Sua personalidade são substituidos na percepção popular por suas qualidades mais “seguras” e “simpáticas”.

Homens pagãos na minha cidade ficam surpresos ao descobrir que Jesus passou muito tempo ignorando protocolos, defendendo os fracos, chocando multidões com as suas palavras, envergonhando hipócritas, falando a verdade “nua e crua” a políticos, dando apelidos aos seus melhores amigos (incluindo “satanás” em uma ocasião) e se irando muito!

Aqui eu estou apenas desdobrando a idéia de masculinidade lançada nas páginas iniciais da Bíblia. Adão, desde o primeiro dia, foi chamado para uma vida de trabalho, responsabilidade e, quando necessário, conflito (Gen. 2:16-17). Na verdade, foi a sua passividade com a serpente que o levou à sua queda.

O fato é que homens são os principais – não exclusivos – criadores de cultura.
Estatísticas provam que se um homem se converte a Cristo, sua esposa e filhos são muito mais propensos a seguir Jesus do que se a mulher se converte primeiro. Claro que queremos ver mulheres e crianças salvos, mas estou dizendo que nós também vamos alcançá-los se focarmos nos homens da casa.

As três vocações principais de formador de cultura, lider e guerreiro, apesar de não serem exclusivas aos homens, certamente são priorizadas a eles. E é a Bíblia e a cosmovisão que ela ensina que nos dá essa identidade digna e inspiradora para homens – uma identidade que só é alcançada em virtude da criação à imagem e semelhança de Deus e da redenção em Cristo pela graça. Homens vão trabalhar em, liderar e lutar por qualquer objetivo da Igreja. E é somente através do evangelho que pregamos que essas características podem ser utilizadas corretamente.

Então, como que essa visão de mundo com tantas recompensas para a masculinidade consegiu alienar tantos homens nesses dias? Onde foi que erramos? Eu sou tentado a sugerir (e eu devo ser menos tentado e mais corajoso) que nós criamos ambientes eclesiásticos que são afeminados, muitas vezes desencorajando muitos homens.

Joel Virgo - TheResurgence.com

Fonte: Solomon

5 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Pastor Julio!

Yeaaaah! Menos bingos e chazinhos e mais subversão que é a marca do ministério de Jesus. Subversão de Amor, mas subversão e rolação de bandeja de camelo e de fariseu!

E o que é pior... Quantos dos carolas seriam capazes sequer de cheirar o buque do vinho que o cristão verdadeiro toma... Suportariam o amargor?

Cristianismo radical é para cabra macho e muié braba! kkkk

Um abração,


Danilo

http://genizah-virtual.blogspot.com/

Danilo Fernandes disse...

Ahhh Outro podcast show!

Glorias! Pelas palavras que saem da sua boca meu irmão!

Silvio Koerich disse...

"Eu sou tentado a sugerir (e eu devo ser menos tentado e mais corajoso) que nós criamos ambientes eclesiásticos que são afeminados, muitas vezes desencorajando muitos homens."


Perfeito. É isso mesmo que acontece. Ficou-se por demais feminino e comandado por mulheres a igreja e os ambientes de paróquia etc.

Isso é uma reclamação grande. Nós homens temos que ser os líderes como elas dizem mas como se não temos nenhum poder dado pra fazer valer isso? É tudo a ultima palavra da mulher?


Gostei do teu blog eu falo tambem sobre homens e masculinidade e anti-feminismo

Tô te seguindo passa lá e vê se gosta.

Srta.Lua disse...

Olá! visitando seu blog! Show de bola!

Olha só eu acredito, que homem e mulher nasceram pra se completarem e não para partirem por uma disputa de poder...

1+1=3 haha, filosofia de vida que dá certo se praticada!

bjos!

ゲイ disse...

ゲイの数が飛躍的に増えている現代、彼らの出逢いの場は雑誌やハッテン場からネットに移り変わってきています。当サイトは日本最大のゲイ男性の交流の場を目指して作られました。おかげさまで会員数も右肩上がりに伸びています。ゲイの方や興味のある方はぜひ当サイトをご覧ください。